REFLEXÃO

4 de abril de 2011

Animais não batem à nossa porta querendo morar conosco sem nosso consentimento.
Animais não aparecem "do nada" e se infiltram na nossa vida.
Não ficamos "grávidos" de animais sem querer.
Ninguém nos obriga a termos qualquer tipo de animais.
Então, eu me pergunto:
Se nós fazemos a opção de termos um animal,
por quê o abandonamos na primeira dificuldade?

3 participações especiais:

GRAÇA disse...

Amiguinha desculpem de não ter vindo mais sedo ,mas está no blog a razão da minha ausência
Turrinhas da amiga
Kika

Terrorzinhos disse...

Muitas vezes os animais são um capricho. E para pessoas caprichosas, nada tem valor. Nem mesmo uma vida tão preciosa como a de um animal leal e puro...

Blog da Rutha disse...

Concordo totalmente ! Muitas vezes só de morder um móvel ou roer um tapete e já se desfazem dos peludinhos...
E o que dizer dos cachorrinhos que existem por aí que ficam chamando os outros de gordos...
Ótima semana pra vocês !
Lambidas da Luna

Real Time Analytics