VOCÊS CONHECEM O BUGU?

3 de maio de 2011

 Criado por Maurício de Souza, aparece nas histórinhas do Bidu. Cachorrinho esquisito que vive infernizando a vida do Bidu. Surge não se sabe de onde e tenta "roubar a cena" do personagem principal.

Com tapeações e imitações, quer "aparecer" mais que o Bidu. Mas apronta tanto que no final é "despachado" pelo titular da história com um chute no traseiro, quando ainda tem tempo de gritar "adeus mamãe"!

Mas por quê eu estou falando no Bugu? Calma, vou explicar...
O tio Flávio, nosso professor (leia-se adestrador, hihihi) contou prá mamãe uma história muito linda...

"Meu poodlezinho que nos deixou no último 26/12 tem nome de personagem de história em quadrinho: o nome dele é Bugu. Aquele dos quadrinhos do Bidu da Turma da Mônica. Nos quadrinhos ele sempre invadia as histórias do Bidu, aparecendo de repente dizendo: "Alô, Mamãe!"

Nós o batizamos com este nome porque, quando o levamos para casa como presente de aniversário para minha mãe, ele estava na bolsa da minha irmã. Entregamos a bolsa pra minha mãe e de repente ele botou a carinha pra fora com um olhar sapeca, como se dissesse: "Alô, Mamãe!"
Não deu outra! Imediatamente lembramos do Bugu dos quadrinhos!
À propósito, o Bugu acompanhou muitas coisas importantes em nossas vidas. Atravessou os problemas de saúde da minha mãe, sempre ali, ao lado dela. Acompanhou o nascimento de todos os meus 03 sobrinhos, meu casamento, o nascimento de meu filho.
Viu o Botafogo ser Campeão Brasileiro em 95 e os vários títulos estaduais nos anos seguintes.rsrs
Ele estava conosco quando o Brasil foi Tetra e também no Penta!
Mas o fundamental disso tudo é que esteve sempre ao nosso lado distribuindo seu amor de forma gratuita. Adorava quando recebia nosso carinho. Mas se por algum motivo o cafuné faltasse, não deixava de nos amar por isso.
Enfim, nos deixa uma saudade imensa e um grande vazio em nossos corações.
Esse vazio não pode ser preenchido por qualquer outra coisa, mesmo outros cães, pois cada um tem seu espaço em nossos corações, jamais ocupando o espaço do anterior."

Esse é o Bugu do tio Flávio, que agora está brilhando no céu e cuidando de todos, como sempre fez!

Eu fiz questão de contar essa história aqui porque, além de linda, serve de exemplo e alento aos nossos corações que tanto sofrem ao ver o abando...
E prá quem acha que a gente não gosta de adestrador, eu dedico este post ao querido tio Flávio, pai da Samantha, da Meg e do Júlio Cesar, que só tem duas patas, ops, pernas!

5 participações especiais:

Karen disse...

Ei queridas!

Obrigada pelo carinho das duas viu...

Minha linda, é claro que vc pode pegar fotos do Tutuco, alias, eu tb vou pegar sua, assim ja mostro que o JOrginho ja tem "dona" rsrs.

Linda a historia do Bugu... é CLARO que eu chorei né...

Bjinhos

Lethy disse...

Bom dia Sofia!
Acordei minha mamãe cedo hoje. Sabe por que?
Ontem eu vi em um blog o sorteio de uma biju que é um Auau!
E ela disse que eu podia participar. Mas já estava na hora de desligar a Net. Mas hoje fui e me escrevi.
Vai lá participar tbm.
É aqui ó -> http://handmade-style.blogspot.com/

A mamãe contou que já tive outros irmãozinhos...foram para o céu tbm.
Muito bonita esta tua homenagem.
Lambeijokos Sofi!

Blog da Rutha disse...

Linda a história do Bugu ! Esse foi um cãozinho feliz e amado ! É tão bonito ver uma família que guarda essas lembranças e melhor ainda, guarda um lugar especial no coração ! Adorei !
As pessoas que trabalham com animais têm que amar os animais e o tio Flávio provou que ama !
Beijos
Laís

Blog da Rutha disse...

Oba ! Eu sou a top comentarista !!!! Adorei !
Hoje mesmo eu coloquei esse gadget no meu blog !

^.^ Ana Clara ^.^ disse...

Linda história e uma linda homenagem ao Bugu e ao professor Flávio.
Quem dera todos os "Bugus" fossem amados e protegidos dessa maneira, fazendo parte da vida e da história de vida das pessoas.
Beijos e carinhos, Toca dos Gatos.

Real Time Analytics